Artroscopia

A artroscopia é uma técnica minimamente invasiva que permite aceder a uma articulação através de pequenas incisões na pele. Numa dessas incisões, ou portas, é inserido um artroscópio, instrumento que possui na sua extremidade uma câmara de vídeo que transmite imagens ampliadas e de elevada definição para um monitor presente na sala onde a intervenção é realizada.

As imagens do artroscópio e os outros instrumentos introduzidos nas incisões tornam possível inspecionar toda a articulação e realizar diversos gestos cirúrgicos, respetivamente. Assim, a artroscopia é usada tanto no diagnóstico como no tratamento cirúrgico de problemas articulares.

A artroscopia é muito usada em intervenções ao nível da articulação do joelho, em estruturas como os meniscos, os ligamentos e as superfícies ósseas articulares. Também é usada em intervenções nas articulações da anca, do calcanhar, do ombro e do cotovelo.

Comparativamente à abordagem aberta, a cirurgia artroscópica tem benefícios substanciais para os doentes, entre os quais uma recuperação mais rápida e menos dor pós-operatória, devido à dimensão reduzida das incisões.