Novo Departamento de Pacing e Arritmologia ao Serviço da População de Aveiro

Novo Departamento de Pacing e Arritmologia ao Serviço da População de Aveiro

Foi criado recentemente na Cliria um Departamento de Pacing e Arritmologia, sediado na Clínica de Oiã. Com este novo departamento, a Cliria  passa a disponibilizar à população da região centro do país uma nova unidade de diagnóstico e tratamento de doenças cardíacas

De acordo com José Loreto, administrador executivo da Cliria, “...com este novo departamento, a Cliria evidencia mais uma vez a sua aposta no tratamento de excelência dos doentes, usando as mais modernas tecnologias. Refira-se o caso de pacemakers de última geração com tecnologia digital, totalmente desenhados,testados e aprovados para ressonância magnética.” Os primeiros doentes já receberam estes sistemas de pacing; espera-se que até ao final do ano muitos outros beneficiem desta nova valência disponível na Cliria.

Aproximadamente dois milhões de europeus são portadores de pacemakers. Em Portugal, são implantados anualmente cerca de 7 mil destes dispositivos. Estima-se que 50 a 75 por cento dos portadores de pacemakers em todo o mundo venham a necessitar de uma ressonância magnética ao longo da sua vida. Torna-se assim evidente a importância da existência de um sistema de pacing que permita aos portadores destes dispositivos a realização daqueles exames de diagnóstico.

Uma outra inovação do Departamento de Pacing e Arritmologia da Cliria é a possibilidade de follow-up à distância, um contributo decisivo para a comodidade dos doentes da Cliria. Com efeito, "...os doentes a quem são implantados ospacemakers podem ser acompanhados à distância, sem necessidade de se deslocarem da sua casa, através de um avançado sistema de monitorização que permite a análise das principais funções dos pacemakers em tempo real.”

Este novo departamento da Cliria dedica-se também ao tratamento de arritmias graves por ablação com recurso a técnicas  de radiofrequência altamente diferenciadas. 

Actualmente, a ablação por radiofrequência é o procedimento de eleição para o tratamento de muitos tipos de arritmias cardíacas, nomeadamente a fibrilhação auricular, o flutter auricular e a taquicardia auricular. É também um dos procedimentos mais utilizados no tratamento das taquiarritmias supraventriculares, ou seja, de batimentos cardíacos rápidos e descoordenados, com origem nas cavidades superiores ou na região mediana do coração. A ablação por radiofrequência é realizada com anestesia local e o período de internamento necessário é curto, em média de um dia.

O Departamento de Pacing e Arritmologia é da responsabilidade do Dr. Miguel Ventura, que trabalha articuladamente com toda a equipa de cardiologia da Cliria, em especial com o Dr. Pedro Cardoso. Está também inteiramente disponível para prestar os esclarecimentos e colaboração necessária a todos médicos da região centro e em especial aos cardiologistas.