Voltar

Gengivo-estomatite

A gengivo-estomatite é uma infeção muito contagiosa, autolimitada, que se deve a um vírus - herpes simples tipo 1. Manifesta-se sobretudo em crianças, entre os seis meses e os cinco anos de idade. A infeção transmite-se por contacto e tem um período de incubação de dois a 12 dias.

Os sintomas da gengivo-estomatite incluem mais habitualmente:

  • Febre elevada
  • Irritabilidade
  • Recusa alimentar
  • Presença de pequenas lesões (vesículo-ulcerativas) dolorosas, nas gengivas, lábios e língua
  • Mau hálito
  • Aumento de volume dos gânglios submaxilares

Normalmente a doença mantém-se durante cerca de uma semana. Simultaneamente ocorre alguma perda de peso, que a criança recupera rapidamente depois da doença.

O tratamento da gengivo-estomatite tem como objetivo manter a criança o mais confortável possível e inclui:

  • Aplicação de desinfetantes e analgésicos locais
  • Administração de antipiréticos
  • Oferta de muitos líquidos para beber para garantir uma hidratação adequada

Devem também ser introduzidas algumas alterações da dieta. Assim, os alimentos devem ser frios e moles, entre os quais leite, papas, gelatinas, sopa fria passada, fruta esmagada (banana, maçã). Devem ser evitados os citrinos pelo facto da acidez poder agravar as dores.

Em alguns casos, em que não seja possível assegurar uma ingestão adequada de líquidos, poderá ser necessário internar a criança para hidratação através da administração de soros endovenosos.

Durante o período ativo da doença, a criança não deve frequentar o infantário ou a escola, pelo perigo de contágio.