Tratamento de miomas por embolização das artérias uterinas

Miomas embolização artérias uterinas

O tratamento de fibromiomas no útero através da embolização das artérias uterinas está disponível no Hospital da Luz Arrábida, sendo da responsabilidade de António Miguel Madureira, médico radiologista de intervenção com uma experiência de mais de 10 anos neste tipo de procedimento.

Os fibromiomas uterinos – também conhecidos como mioma, leiomioma ou fibroleiomioma – são tumores benignos da parede muscular do útero (não são cancerígenos). Trata-se do tumor ginecológico mais frequente (cerca de 40%) nas mulheres em idade fértil. 

A embolização das artérias uterinas (na sigla inglesa, UAE - Uterine Artery Embolization) é uma terapêutica minimamente invasiva, não cirúrgica, usada na resolução da hemorragia ginecológica e obstétrica. Neste caso, permite o bloqueio do suprimento sanguíneo dos fibromiomas, condicionando assim a sua morte e redução dimensional, com consequente resolução dos respetivos sintomas. Realizada por via endovascular (através da punção de uma artéria da virilha), a UAE consiste na injeção de microesferas inframilimétricas em ambas as artérias uterinas por meio de um pequeno tubo de plástico/cateter. 

O radiologista de intervenção consegue visualizar o procedimento por meio de técnicas angiográficas (como no cateterismo cardíaco), sem necessidade de incisões cirúrgicas. O tratamento realiza-se com as pacientes conscientes e, pela sua natureza minimamente invasiva, implica tempos de internamento hospitalar e de recuperação da atividade normal mais curtos que as opções cirúrgicas: uma ou duas semanas depois, as mulheres podem regressar à sua atividade diária normal. É igualmente eficaz em úteros com fibromiomas múltiplos e a recorrência de fibromiomas após a realização deste procedimento é extremamente rara.

Para mais informações ou marcação de consulta contacte o Hospital da Luz Arrábida através do número 223 776 800. Pode também fazer marcação online através do site ou do Portal do Cliente