pH-metria esofágica

O que é e como é realizada uma pH-metria esofágica?

Uma pH-metria esofágica é uma prova em que é quantificada a acidez esofágica e determinado o tempo de ocorrência e a duração da exposição do esófago a níveis de acidez predeterminados, com a finalidade de identificar e esclarecer problemas de refluxo gastroesofágico e alterações dos mecanismos normais de limpeza do esófago.

A pH-metria esofágica é realizada durante 24 horas, em regime ambulatório. É introduzida através das narinas uma sonda fina com um sensor, ligada a um equipamento portátil de determinação e registo do pH que o doente deverá transportar consigo durante o tempo de duração da prova. A sonda é colocada junto do esfíncter esofágico inferior. É fornecida também ao doente uma ficha onde deverá registar, durante o período da prova, o tempo de ocorrência e a descrição das atividades diárias normais (refeições, repouso, etc.) e da perceção de sintomas. Durante as 24 horas de duração da prova o doente deve realizar a sua vida normal, não sendo necessário que permaneça no hospital. Terminado este período deverá regressar ao hospital, para que a sonda e o sistema de registo sejam retirados. A pH-metria esofágica não é dolorosa.

Em que situações é realizada?

A decisão sobre a necessidade de realizar qualquer exame é sempre tomada pelo médico, em função das características individuais de cada paciente e das suas queixas ou doença.

Em regra, pode ser indicada a realização de uma pH-metria esofágica em casos de doença refluxo gastroesofágica, dificuldades de deglutição ou dor torácica e ainda como auxiliar do planeamento de uma intervenção cirúrgica e para determinar a eficácia de uma intervenção cirúrgica anterior.

Que limitações tem?

A pH-metria esofágica é uma técnica que pode falhar lesões e diagnósticos, mesmo com um exame tecnicamente adequado.

Quando tempo demora?

A pH-metria esofágica é realizada durante um período de 24 horas.

Existem efeitos secundários, riscos ou complicações associados à realização de uma pH-metria esofágica?

A pH-metria esofágica não tem efeitos secundários, riscos ou complicações. Durante e depois da prova pode ser percetível um ardor ou a perceção de um corpo estranho na garganta, problemas que não têm importância e desaparecem rapidamente.