Voltar

Hiperplasia benigna da próstata

Hiperplasia benigna da próstata

A próstata é uma glândula exclusivamente masculina localizada em torno da uretra (o canal que permite a saída de urina da bexiga para o exterior) responsável pela produção de parte do fluído espermático. Com a idade, principalmente após os 50 anos, a próstata tende a aumentar de volume, dando origem à hiperplasia benigna da próstata ou HBP. A obesidade e dietas ricas em gorduras ou carne vermelha parecem ser também fatores que contribuem para o crescimento benigno desta glândula. 

apmasc_lado

O aumento de volume prostático poderá dificultar a passagem de urina originando os sintomas característicos da HBP: jato urinário fraco, dificuldade em iniciar a micção, sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, aumento do número de micções diárias, nomeadamente durante a noite, entre outros.

A permanência de urina na bexiga pode contribuir para infeções urinárias de repetição ou para a formação de cálculos. Em situação limite, a HBP pode causar obstrução completa à passagem de urina pela uretra, ou seja, retenção urinária.

Esta situação, em que se verifica incapacidade de urinar, representa uma urgência médica, sendo necessária a algaliação para permitir o esvaziamento da bexiga e evitar a degradação da função renal.

 

Os fatores mais importantes para o diagnóstico de HBP são:

  •  A sintomatologia sentida pelo doente;
  • As características da próstata avaliadas através do toque retal, nomeadamente o aumento de volume, a consistência elástica, a ausência de nódulos palpáveis e o apagamento do sulco mediano;
  • O traçado obtido na urofluxometria, exame que permite a avaliação da força e duração do jato urinário;
  • A avaliação do volume de urina que fica retido na bexiga após a micção.

Outros fatores podem auxiliar à confirmação diagnóstica, nomeadamente a avaliação do PSA e a realização de uma ecografia prostática por via transretal. O PSA é uma molécula produzida pela próstata que contribui para a liquefação do sémen mas que também se encontra em circulação, podendo a sua concentração ser apreciada através de análises ao sangue. A HBP, o cancro da próstata e a inflamação da próstata, denominada prostatite, podem causar um incremento do valor analítico desta molécula. Assim, um PSA aumentado não é sinónimo de cancro mas deverá motivar a ida a uma consulta médica, para que possa ser definida a sua causa.

Os objetivos da terapêutica da HBP passam por aliviar a obstrução causada pelo aumento da glândula prostática ou os sintomas daí resultantes, quer utilizando fármacos, quer através de cirurgia, que poderá ser realizada por via uretral ou por via abdominal. A opção terapêutica adequada depende da sintomatologia, do volume prostático e da presença de complicações associadas à HBP, como cálculos na bexiga, infeções urinárias de repetição ou algaliação por retenção urinária. Cada terapêutica traz benefícios e efeitos adversos característicos, pelo que deverá aconselhar-se com o seu médico relativamente à opção que melhor se adequa às suas necessidades e quadro clínico.

Texto:

Urologia, Hospital da Luz

 

Nos hospitais e clínicas da rede Hospital da Luz, pode encontrar médicos especialistas em urologia e realizar os exames e procedimentos desta área que precise. Conheça os médicos de urologia desta unidade da rede Hospital da Luz.