Prevenção de lombalgias crónicas

Na maioria dos casos, as lombalgias crónicas podem ser evitadas com medidas preventivas e hábitos de vida saudáveis.

O desejo de manter uma coluna saudável e a iniciativa de uma mudança de hábitos são uma responsabilidade individual que, embora não evite algumas queixas ocasionais, tornará seguramente as crises de lombalgia mais ligeiras e menos frequentes, permitindo uma melhoria significativa da qualidade de vida.

Para a prevenção de lombalgias crónicas, é fundamental que sejam tomadas as seguintes medidas preventivas principais:

  • Cuidados com a postura: sentar e estar de pé de forma adequada, mantendo a coluna vertebral com alinhamento fisiológico; evitar estar sentado por períodos prolongados e manter posturas incorretas da coluna vertebral por períodos prolongados.
  • Cuidados com a mecânica corporal, sobretudo na manipulação de cargas: quando é necessário levantar um objeto pesado devem fletir-se os membros inferiores e evitar fletir a coluna lombar; devem evitar-se os movimentos de rotação do tronco.
  • Manter uma alimentação saudável e controlar o peso corporal.
  • Evitar fumar: o tabaco aumenta os processos degenerativos e interfere com o aporte sanguíneo muscular.
  • Realizar exercício físico regular (p. ex. caminhada, bicicleta, cardiofitness, natação, hidroginástica ou pilates, em função da modalidade mais adequada a cada caso). O exercício aeróbico permite manter uma boa condição física, enquanto os exercícios específicos para fortalecimento da musculatura paravertebral e flexibilização das articulações permitem melhorar a resistência ao esforço do dia-a-dia e reduzir a probabilidade de lesões vertebrais.
  • Evitar situações de stress, que aumentam a tensão muscular, ou compensá-las com períodos de relaxamento e massagens corporais.