Termoablação tumoral

A radiologia de intervenção é uma área da medicina que utiliza métodos de imagem para orientar procedimentos minimamente invasivos de diagnóstico ou tratamento não cirúrgico, em diversas especialidades clínicas.

No campo da oncologia, esta subespecialidade da imagiologia tem adquirido uma importância crescente, tanto na abordagem terapêutica curativa como paliativa, com o objetivo de aumentar a qualidade e o tempo de vida dos doentes.

No Hospital da Luz, a radiologia de intervenção disponibiliza as mais avançadas técnicas para o tratamento oncológico. Trata-se de procedimentos que, de forma pouco agressiva para o doente, possibilitam a destruição (ablação) do tumor primário ou de metástases (depósitos de células tumorais distantes do tumor inicial), permitindo assim a prevenção e tratamento das complicações decorrentes da sua presença. Ao serem guiados por imagem, estes procedimentos têm uma acuidade muito elevada, tornando possível a introdução, com grande precisão, de uma agulha desde a pele até ao foco tumoral localizado no interior de um órgão e assim proceder à sua ablação preservando as estruturas adjacentes. Estas técnicas podem ser usadas isoladamente ou em conjunto com outras terapêuticas.

A termoablação, umas das técnicas minimamente invasivas realizadas no Hospital da Luz, pode ter aplicabilidade na oncologia da tiroide, sendo uma opção terapêutica a equacionar, sobretudo num contexto de doença avançada.

A termoablação tumoral consiste na colocação de uma agulha, guiada por método de imagem (técnica semelhante à de uma biópsia), na proximidade ou no interior de uma lesão tumoral. A ablação das células do tumor é efetuada por aquecimento ou arrefecimento dos tecidos:

  • Aquecimento: a ponta da agulha é aquecida através de energia de radiofrequência ou de micro-ondas, sendo o tumor destruído pelo calor.
  • Arrefecimento: através da mudança de pressão de um gás, a ponta da agulha é arrefecida a uma temperatura que permite congelar e destruir as células tumorais.

É importante salientar que os métodos de termoablação permitem que o doente retome a sua rotina normal no mesmo dia ou no dia seguinte ao procedimento. Estes métodos podem ser repetidos sempre que necessário e existe a possibilidade de ablação de mais do que uma lesão no mesmo procedimento.