O bloco operatório do Hospital da Luz Lisboa

O bloco operatório do Hospital da Luz Lisboa tem condições físicas e tecnológicas de exceção. Inclui oito salas equipadas para todo o tipo de procedimentos, com zonas de indução anestésica individuais anexas.

Na área da cirurgia minimamente invasiva e cirurgia robótica destacam-se a sala inteligente (OR1 da Storz) e o sistema de cirurgia robótica Da Vinci Si HD.

  • Sala inteligente (Storz OR1)

    or1No Hospital da Luz, a sala inteligente para cirurgia minimamente invasiva está equipada com o sistema OR1 da Storz.

    Este sistema, que integra e centraliza o comando dos componentes da sala operatória, foi planeado para responder à exigências de um bloco operatório moderno em que a cirurgia minimamente invasiva, especialmente a laparoscopia, desempenha um papel central.

    As principais características do sistema OR1 são:

    • Integrar e centralizar o controlo de todos os componentes e funções da torre de laparoscopia (fonte de energia para os instrumentos, insuflador, iluminação, captação de imagem);
    • Dar ao cirurgião a possibilidade comandar diretamente, durante a cirurgia, todos os instrumentos cirúrgicos e suas funções, a insuflação, a iluminação e a captação de imagem, recorrendo a um dispositivo único, de acesso rápido e simples: um monitor tátil estéril;
    • Melhorar as condições de comodidade para o cirurgião, oferecendo-lhe, nomeadamente, mais fontes de imagem do campo operatório além da disponível num monitor único associado à torre de laparoscopia. No sistema OR1, existem na sala operatória diversos monitores, suspensos do teto, e o cirurgião pode controlar a sua posição para que melhor se adapte a cada tipo de intervenção.

    Estas características da sala inteligente para cirurgia minimamente invasiva do Hospital da Luz aumentam a segurança dos procedimentos, otimizam a comunicação entre os profissionais e melhoram a circulação na sala operatória.

  • Sistema de cirurgia robótica Da Vinci Si HD

    robot_BOO sistema Da Vinci Si HD está instalado numa sala cirúrgica polivalente do bloco operatório. Esta sala foi planeada e está equipada de modo a que seja possível a interação de imagem e de voz com outras salas do bloco operatório e com o auditório do Hospital da Luz, bem como com o exterior, para efeitos de videoconferência e de telecirurgia ou cirurgia à distância.

    O sistema cirúrgico Da Vinci Si HD é a plataforma para cirurgia minimamente invasiva mais avançada no mundo actual.

    As imagens de alta definição e em três dimensões, os instrumentos com articulação intracorporal e um controlo de movimentos intuitivo, permitiram ultrapassar limitações da tecnologia cirúrgica minimamente invasiva convencional e simplificar muitas operações de realização complexa.

     

    O sistema Da Vinci Si HD inclui três componentes:

    • Uma consola cirúrgica ergonómica
    • Um corpo com braços robóticos articulados que sob o comando do cirurgião dirigem os instrumentos cirúrgicos no doente
    • Uma torre de comando onde se encontram os processadores do sistema e um sistema de alta definição em três dimensões

    Sentado na consola, o cirurgião realiza a operação manipulando os controlos que dirigem os braços robóticos, guiado por uma imagem do local da intervenção tridimensional, em alta definição e presente no seu campo de visão natural. No bloco operatório do Hospital da Luz, a consola está numa pequena sala com visão direta sobre a sala operatória. Aqui existem também monitores que replicam as imagens dos monitores da sala operatória disponíveis para a equipa cirúrgica e um sistema de som que facilita o diálogo entre os membros da equipa cirúrgica.

    A orientação da consola é totalmente ajustável, com memorização das especificações, de modo a que cada cirurgião que a use consiga chegar rapidamente à sua posição de conforto. A interação entre o cirurgião e a sua equipa é facilitada por um microfone na consola e um sistema de amplificação de som e pelos monitores da sala que transmitem a mesma imagem do campo operatório que o cirurgião vê na consola.

    Os braços robóticos articulados e interativos, respondem em tempo real aos comandos do cirurgião, replicando com uma precisão extrema os movimentos dos seus punhos, mãos e dedos, mas numa escala apropriada à dimensão reduzida dos instrumentos cirúrgicos que lhes estão acoplados.

    Enquanto replica os movimentos do cirurgião, o sistema robótico elimina também o tremor, minimizando movimentos não intencionais, o que significa que os instrumentos se movem mais precisamente que a mão humana.

    O corpo do sistema Da Vinci permite a ligação simultânea de três instrumentos cirúrgicos e uma câmara. Existe uma gama diversificada de instrumentos para utilização com o sistema Da Vinci, para que o cirurgião possa realizar todas as tarefas pretendidas com a máxima precisão e controlo.

    O sistema cirúrgico Da Vinci Si HD torna mais simples procedimentos até agora de realização complexa, com benefícios para as instituições de saúde, para os cirurgiões e equipas cirúrgicas e, sobretudo, para os doentes.

    Veja aqui um vídeo sobre o sistema de cirurgia robótica Da Vinci Si HD.