Critérios diagnósticos da diabetes

Critérios diagnósticos da diabetes

Os critérios diagnósticos para a diabetes são os seguintes:

  • Dois valores de glicemia em jejum superiores a 126 mg/dL, sendo o jejum considerado como um período com pelo menos 8 horas de duração;
  • Um valor de glicemia superior a 200 mg/dL duas horas após a ingestão de 75 gramas de glicose;
  • Numa pessoa com sintomas clássicos de hiperglicemia (muita sede, urinar em grande quantidade e emagrecimento associado), um valor de glicemia ocasional superior a 200 mg/dL.

A Associação Americana de Diabetes considera que um valor de hemoglobina A1c (valor laboratorial que representa o valor médio de glicemia nos últimos três meses) igual ou superior a 6,5% é também diagnóstico de diabetes. No entanto, este critério ainda não é reconhecido pela Associação Europeia para o Estudo da Diabetes.

É importante referir que os valores válidos para efeitos de diagnóstico são referentes a colheitas de sangue venoso e não de glicemia capilar. Esta colheita não deve ser efetuada em ocasiões de stress (como infeções, traumatismos ou observação em contexto de urgência).

Existem valores que são considerados como pré-diabetes; não sendo situações consideradas como diabetes, já representam um risco aumentado para evolução para diabetes e estão associados aum risco aumentado de doença cardiovascular. Estas situações são as seguintes:

  • Alterações de glicemia em jejum: valores de glicemia em jejum superiores a 100 mg/dL, mas inferiores a 126 mg/dL;
  • Intolerância à glucose oral: Valores de glicemia após a ingestão de 75 gramas de glicose superiores a 140 mg/dL, mas inferiores a 200 mg/dL.