A que se deve a obesidade?

O organismo humano necessita de energia para desempenhar as funções imprescindíveis à vida e todas as outras em que participa.

  • Nos adultos, as necessidades energéticas do organismo são, basicamente, as de manutenção, isto é, a energia necessária para garantir o desempenho das funções orgânicas vitais e para manter o peso corporal, e a energia para todas as atividades quotidianas como, por exemplo, as actividades domésticas, as atividades profissionais, a prática de exercício físico, entre outras.
  • Nos indivíduos ainda não adultos acrescem às necessidades de manutenção as necessidades energéticas de crescimento, ou seja, a energia necessária para o crescimento e desenvolvimento dos tecidos do organismo. 
  • Nas mulheres grávidas e/ou em aleitamento existem ainda necessidades de gestação - energia necessária para assegurar o desenvolvimento correto do feto - e de lactação - energia necessária para assegurar a síntese e secreção do leite.

Nos adultos, com excepção das mulheres grávidas e/ou em aleitamento, a estabilidade do peso corporal é conseguida através do equilíbrio entre a quantidade de energia ingerida e a quantidade de energia dispendida.

  • Quando a energia dispendida é superior à ingerida, são mobilizadas reservas corporais para fazer face às necessidades do organismo.
  • Sempre que a energia ingerida excede as necessidades, a diferença é armazenada no organismo na forma de gordura; quando esta situação se mantém ao longo do tempo é possível que se desenvolva uma situação de excesso de peso e obesidade.