Sinais de Alerta no Recém Nascido

O período neonatal é a fase entre o nascimento e o 28º dia de vida.

Durante este período o bebé passa por modificações muito rápidas e importantes, associadas à sua adaptação à vida extrauterina. Apesar já possuir competências importantes, é especialmente frágil e dependente do adulto. Parte da fragilidade do bebé no período neonatal resulta do facto dos sinais e sintomas de doença nem sempre serem claros, o que dificulta a sua valorização. Por vezes, a impressão geral que o bebé nos transmite é suficiente para distinguir situações graves de outras que não são preocupantes, mas tal nem sempre acontece.

Assim, no recém-nascido é especialmente importante estar atento e valorizar os seguintes sinais de alerta:

  • Gemido persistente.
  • Choro persistente e inconsolável.
  • Apneia - pausa respiratória superior a 20 segundos acompanhada por uma coloração azulada da pele (cianose).
  • Dificuldade respiratória - respiração ruidosa, estridulosa, pieira; adejo nasal, retração inter/infracostal, cianose.
  • Febre - temperatura axilar superior a 37,5 – 38 ºC.
  • Hipotermia - temperatura axilar inferior a 36 ºC.
  • Alterações da cor - palidez acentuada, pele marmoreada, cianose, exantema.
  • Dificuldade em mamar / sucção débil / vómito.
  • Hipotonia acentuada / sonolência persistente, que interfere com a alimentação.
  • Cheiro fétido ou rubor periumbilical.
  • Diarreia (dejeções aquosas, abundantes e numerosas, diferentes das dejeções do leite materno).
  • Ausência de dejeções durante um período superior a 3 dias.
  • Dor à mobilização
  • Convulsão: pode ser a primeira manifestação de uma disfunção neurológica. No período neonatal as convulsões podem ter uma expressão muito diversa: olhar parado ou desvio ocular não alterável pela estimulação, apneia, tremor grosseiro das extremidades que não para com a contenção, pestanejo repetitivo, movimentos de mastigação persistentes e repetitivos; movimentos convulsivos tónicos/clónicos.

Sensação de que o bebé está diferente em relação ao que já se conhece sobre o seu estado de conforto e que causa preocupação aos pais.