Dia Mundial da Diabetes assinalado com sessão aberta ao público

Dia Mundial da Diabetes assinalado com sessão aberta ao público

Por ocasião do Dia Mundial da Diabetes, assinalado a 14 de novembro, foi organizada, no Hospital da Luz, uma sessão aberta ao público, que contou com a presença e a participação de cerca de duas dezenas de doentes diabéticos, organizados em dois grupos.

O programa da sessão “Diabéticos somos todos nós” incluiu a apresentação de vários casos clínicos de pessoas com diabetes, discutidos pelos endocrinologistas Francisco Sobral do Rosário e Carlos Fernandes.

A importância do tratamento, da vigilância e da vivência diária com uma doença crónica como a diabetes orientaram a conversa em torno dos exemplos apresentados e suscitaram perguntas dos participantes, que relataram as suas experiências pessoais.

As questões relacionadas com a alimentação, nomeadamente o que se deve comer e a atenção que é preciso ter às listas de ingredientes dos alimentos processados como, por exemplo, o pão foram alguns dos temas focados pela endocrinologista Leone Duarte e pela nutricionista Mónica Santos, que também esclareceram dúvidas dos doentes relativas a estes aspetos.

Carlos Fernandes e Francisco Sobral do Rosário falaram sobre os benefícios da atividade física no controlo dos níveis de açúcar no sangue e o tabaco foi também referido como o primeiro mau hábito que o doente diabético deve abandonar.

Como a diabetes pode provocar cegueira, as doenças que atingem os olhos foram abordadas pela oftalmologista Mara Ferreira, que deu exemplos dessas doenças e destacou a importância da vigilância na saúde oftalmológica; referiu ainda algumas das terapêuticas destinadas a diabéticos com doenças oculares.

Mas os doentes com diabetes apresentam, também, elevada propensão para sofrer de problemas cardíacos, como o enfarte do miocárdio, ou de acidentes vasculares cerebrais (AVC).

A internista Anabela Raimundo apresentou exemplos de casos clínicos de diabéticos que sofreram AVC ou enfarte do miocárdio, com os quais procurou alertar os participantes para darem importância aos sintomas desses episódios e atuar com rapidez, dirigindo-se ao seu hospital para assistência médica.

No final, os participantes disseram ter ficado agradados com a qualidade e interesse da sessão e manifestaram vontade em assistir a nova palestra sobre a diabetes.