Endoscopia digestiva do Hospital da Luz Lisboa na BTV

Endoscopia digestiva do Hospital da Luz Lisboa na BTV

David Serra, médico gastrenterologista e coordenador do Centro de Gastrenterologia e Endoscopia Digestiva do Hospital da Luz Lisboa, foi o entrevistado do programa “Em Linha” da BTV, emitido a 15 de julho no canal de televisão do SL Benfica e onde a prevenção e o tratamento de várias patologias do tubo digestivo estiveram em foco.

O médico começou por identificar a Gastrenterologia como a especialidade médica que se dedica ao diagnóstico e tratamento das doenças do sistema digestivo, nomeadamente do esófago, estômago e intestino, bem como dos órgãos acessórios a ele ligados como o fígado, vias biliares e pâncreas.

David Serra referiu a influência direta de estilos de vida, nomeadamente uma dieta alimentar desequilibrada, sedentarismo ou tabagismo para o aumento do número de casos de patologia benigna ou oncológica do sistema digestivo, incremento para o qual também contribui a maior capacidade diagnóstica que as modernas técnicas de endoscopia digestiva vieram possibilitar.

O cancro colorretal é uma dessas doenças do sistema digestivo influenciadas pelo estilo de vida e que tem prevalência crescente no nosso país, disse David Serra, sublinhando que se trata de uma patologia que pode ser facilmente detetada e até tratada precocemente por colonoscopia que, no caso do Hospital da Luz Lisboa, é realizada, em 99% das ocasiões sob sedação, não sendo por isso um exame incomodativo para os pacientes. O mesmo médico aconselhou a realização deste exame a partir dos 50 anos de idade ou em idades mais precoces, se o doente estiver incluído num grupo de risco familiar e chamou a atenção para o facto de existirem 10 mil novos casos de cancro colorretal por ano no nosso país, com 3000 a 4000 mortes por ano devidas a deteção tardia dos casos.

Para o coordenador do Centro de Gastrenterologia e Endoscopia Digestiva do Hospital da Luz Lisboa a endoscopia digestiva permite, entre outras possibilidades diagnósticas e de tratamento, detetar a presença de bactérias que são fator de risco de cancros digestivos, como a Helicobacter pylori, que infeta o estômago de 85% da população ou ainda diagnosticar a doença celíaca.

Veja o video cedido pela Benfica TV