ERS atribui excelência clínica em ortopedia e ginecologia ao Hospital da Luz

ERS atribui excelência clínica em ortopedia e ginecologia ao Hospital da Luz

O Hospital da Luz, em Lisboa, voltou a obter o máximo das três estrelas da excelência clínica nas áreas da ortopedia (em particular, nas artroplastias totais da anca) e da ginecologia (nomeadamente na realização e acompanhamento das histerectomias), na avaliação SINAS feita pela Entidade Reguladora da Saúde (ERS). Nas áreas da pediatria, cardiologia, obstetrícia e neurologia, o Hospital da Luz obteve duas estrelas, mantendo, por isso, níveis de excelência clínica acima da média.

Os resultados desta avaliação, relativa ao ano de 2014, foram divulgados esta semana mas não constituem um ranking dos hospitais, sendo as próprias unidades de saúde a decidir em que áreas se submetem a avaliação SINAS.

A ERS audita ainda os comportamentos das instituições de saúde nas áreas relacionadas com a segurança do doente, as instalações, o conforto e a qualidade dos equipamentos e ainda o grau de orientação dos serviços para as necessidades e expectativas dos doentes. Em todas estas, o Hospital da Luz obteve a classificação superior de três estrelas.

O SINAS é um sistema de avaliação da qualidade global dos estabelecimentos prestadores de cuidados de saúde desenvolvido pela ERS, que tem por base três valores fundamentais: rigor, transparência e objetividade. A Entidade Reguladora da Saúde defende que este sistema de avaliação «pugna pela existência de rigor científico e técnico, de objetividade e justiça, de motivação e envolvimento dos prestadores, de transparência e inteligibilidade, quer para as instituições avaliadas, quer para o público em geral, em especial os utentes».