Especialistas mundiais debatem cirurgia robótica no Hospital da Luz

Especialistas mundiais debatem cirurgia robótica no Hospital da Luz

Foi «fascinante!» «Muito bom, muito bom». «Fantástica sessão». A opinião era unânime à saída da primeira parte do simpósio «Minimally invasive and robotic surgery», onde dois dos maiores especialistas mundiais da cirurgia robótica - a brasileira Angelita Habr-Gama e o sul-coreano Seon Hahn Kim - debateram, com uma acesa troca de argumentos e perante a atenção concentrada e silenciosa da plateia, os temas mais inovadores da cirurgia robótica no tratamento do cancro do cólon e do reto.

Antes, no Auditório 2 do Hospital da Luz, onde decorreu este simpósio, já o francês Jean-Pierre Gérard - que trabalha em Nice e tem desenvolvido um trabalho pioneiro na radioterapia de contacto (braquiterapia) no tratamento desta patologia - falara das novas técnicas nesta área e dos resultados que tem obtido.

Os trabalhos da manhã terminaram com a ‘master lecture’ do espanhol Ramon Viallonga sobre a história da cirurgia robótica e as perspetivas futuras desta tecnologia.

Da parte da tarde, duas cirurgias ao vivo, uma laparóscopica bariátrica realizada pelo cirurgião norte-americano Keith Kim e outra robótica ao reto feita por Seon Hahn Kim, permitiram à assistência debater as técnicas usadas pelos dois especialistas e ficar a conhecer os avanços nas respetivas abordagens cirúrgicas. Ambas as cirurgias puderam ser também acompanhadas pela internet, em tempo real, por live streaming, no site do Leaping Forward.

Este simpósio decorre até amanhã, dia 14, no Auditório 3 do Hospital da Luz, devendo terminar cerca das 14h30.