Voltar

Dr.ª Célia Pinto

Psicologia

Célia Pinto

Unidades Luz Saúde

  • Hospital da Luz Lisboa

  • Áreas de atividade:

    • Psicologia clínica pediátrica, impacto da doença crónica na criança, adolescente e família. Perturbação do controlo esfincteriano (encoprese, enurese), ansiedade, perturbação emocional e afetiva, luto problemático. Stress parental e problemáticas associadas a dificuldades relacionais na dinâmica familiar
  • Formação:

    • Licenciatura em Psicologia Clínica na Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa (1985)
  • Resumo da carreira profissional:

    • Psicóloga clínica do Hospital da Luz (desde 2015)
    • Psicóloga clínica do Hospital Dona Estefânia, onde exerce funções na área de pediatria médica. Diferenciou-se na avaliação psicológica e seguimento psicoterapêutico de crianças e adolescentes com doença crónica, nas unidades de nefrologia, gastrenterologia, hematologia e pneumologia. Integrou  um grupo de trabalho dedicado ao estudo, investigação e formação no âmbito das alterações da micção na criança (enurese). Em ligação com a unidade de gastroenterologia segue em consulta de psicologia crianças que apresentam dificuldades no controlo do esfíncter anal (encoprese)
    • Vogal da Comissão de Ética do Hospital Dona Estefânia (1994-2003)
    • Integrou júris de concursos públicos para acesso e progressão de psicólogos na área da saúde.
    • Participação em grupos de supervisão clínica.
    • Formadora na sua área profissional em reuniões científicas multidisciplinares. Dinamizou e conduziu workshops dirigidos a pais e familiares de doentes crónicos em ligação com associações de doentes (insuficiência renal crónica, hemodiálise, diálise peritoneal e transplantação renal, hemofilia, lupus, doença inflamatória do intestino, doença celíaca, fibrose quística)
    • Orientadora de estágios curriculares  anuais ao abrigo do protocolo entre o HDE-CHLC e a Faculdade de Psicologia, UL (desde 1988)
    • Participação em projetos de investigação na área da psicologia pediátrica, salientando-se o “Stress Parental em Mães e Pais de Crianças com Fibrose Quística”
    • Autora e coautora de trabalhos científicos na sua área de especialidade
Marcar Consulta