Voltar

Testes neuropsicológicos

Os testes neuropsicolóticos ou exame neuropsicológico podem estar indicados em diversos quadros clínicos associados ao subdesenvolvimento ou comprometimento de funções cognitivas em crianças, adolescentes, adultos e idosos, tais como:

  • Queixas no desempenho cognitivo (por exemplo, problemas de memória, diminuição da fluidez do discurso ou dificuldade em focar a atenção);
  • Distinção entre envelhecimento normal e existência de distúrbio neurológico;
  • Diagnóstico diferencial entre quadros demenciais (por exemplo, demência de tipo Alzheimer, demência dos corpos de Lewy, demência frontotemporal ou demência vascular);
  • Diagnóstico diferencial entre síndromes neurológicas e síndromes psiquiátricas (por exemplo, distinção entre depressão e pseudodepressão);
  • Caracterização de alterações cognitivas após lesão cerebral (por exemplo, traumatismo crânio-encefálico e acidente vascular cerebral);
  • Doenças desmielinizantes (esclerose múltipla);
  • Epilepsia;
  • Tumores cerebrais ou tratamentos de radio e quimioterapia;
  • Dificuldades de aprendizagem, dislexia ou hiperatividade e défice de atenção.

Este exame, dada a sua componente de avaliação do funcionamento cognitivo global, permite igualmente realizar a avaliação da sobredotação cognitiva.