Voltar

Bypass gástrico em Y de Roux

undefinedO bypass gástrico em Y de Roux é uma operação para tratamento da obesidade que atua limitando a quantidade de alimentos ingerida e alterando a absorção. Nesta operação é criada uma pequena bolsa gástrica, com 15 a 30 mL de capacidade, que tem como objetivo limitar de uma forma importante a capacidade de ingestão. Esta bolsa é ligada ao intestino delgado na região do jejuno, ultrapassando assim o duodeno, pelo que a ação das secreções pancreática e biliar é impedida. No bypass gástrico, a extensão de intestino delgado afastada do processo de digestão/absorção é substancialmente inferior à das técnicas indutoras de malabsorção (switch duodenal e operação de Scopinaro). O bypass gástrico em Y de Roux tem como efeito secundário intencional a síndrome de dumping, que se traduz por sintomas desagradáveis quando são ingeridos alimentos com elevado teor de gordura e açucar.

 

Uma vez que nesta operação a bolsa gástrica é de dimensão muito reduzida torna-se bastante importante o volume (cerca de metade de uma chávena de chá) e a frequência das refeições (quatro a seis por dia). Os alimentos devem ser tomados em pequenas porções, espaçadas de alguns minutos, perfeitamente mastigadas e engolidas lentamente. A ingestão rápida ou de quantidades excessivas pode resultar em desconforto ou vómitos.

 

Com o bypass gástrico, a perda de peso é induzida pelo menos por três mecanismos:

  • A redução da ingestão
  • A redução da absorção
  • A síndrome de dumping

É possível, mas ainda objeto de investigação, a atuação de um quarto mecanismo de natureza hormonal, não completamente esclarecido, atravé da inibição do apetite.

 

Os resultados do bypass gástrico são muito bons, sobretudo quando comparados com os dos procedimentos puramente restritivos (banda gástrica, gastrectomia em sleeve). Por outro lado, o comprometimento da absorção de microelementos essenciais é mínimo e o da absorção de proteínas é nulo. Aconselha-se, contudo, uma suplementação vitamínica vitalícia.

 

O bypass gástrico em Y de Roux é a operação preferida na grande maioria dos centros especializados e especialmente dedicados ao tratamento cirúrgico da obesidade no mundo ocidental, nomeadamente, na Europa e nos Estados Unidos da América. É considerado como o gold standard do tratamento cirúrgico da obesidade.

 

As vantagens desta intervenção cirúrgica incluem:

  • Possibilidade de realização por via laparoscópica e por cirurgia robótica;
  • Mais eficaz na redução de peso do que os procedimentos restritivos (banda gástrica e gastrectomia em sleeve);
  • Mais eficaz na redução ou eliminação das comorbilidades, sobretudo diabetes e hipertensão arterial, do que os procedimentos restritivos;
  • Não é causa de carências nutricionais graves, nomeadamente, carências proteicas;
  • Não é causa de efeitos secundários como diarreia, flatulência ou fezes com cheiro fétido;
  • Não implica qualquer ressecção gástrica, sendo assim reversível;
  • Não exige a colocação de um corpo estranho na cavidade abdominal.

O bypass gástrico é realizado pelos médicos de Cirurgia geral. Conheça os cirurgiões gerais.