Programa de Apoio à Comunicação

Programa de Apoio à Comunicação

Uma comunicação eficaz é fundamental para a qualidade dos cuidados de saúde prestados aos doentes.

Uma comunicação eficaz é fundamental para a qualidade dos cuidados de saúde prestados aos doentes. Quando um diálogo envolve pessoas com a mesma língua materna, a eficácia da comunicação pode ser um desafio. Se estiverem envolvidas pessoas com línguas maternas e culturas diferentes, a complexidade desse desafio aumenta significativamente.

Os problemas de comunicação devidos a diferenças de língua materna e cultura entre um doente e quem lhe presta cuidados de saúde podem ter diversas consequências adversas, que estão bem documentadas. Entre estas, incluem-se, por exemplo, maior stress, menor satisfação, menor cumprimento de conselhos, recusa em receber cuidados médicos, incumprimento de programas de cuidados profiláticos ou de rotina, incapacidade de consentir cuidados, utilização excessiva de exames de diagnóstico, imprecisões no diagnóstico, cumprimento incorreto de recomendações médicas e renúncia a cuidados de seguimento. Assim, são afetadas vários aspetos associados aos cuidados de saúde, ou seja, o acesso, a segurança dos doentes, a utilização adequada de recursos e a satisfação dos clientes.

No Hospital da Luz Clínica de Oeiras existem já diversos instrumentos de apoio à comunicação com doentes estrangeiros, nas várias fases do seu percurso para cuidados de saúde. Está previsto ainda que a equipa da Clínica receba formação que a sensibilize para a presença de doentes estrangeiros, procurando compreendê-los cada vez melhor nas suas necessidades e preocupações. Assim, o Programa de Apoio à Comunicação continuará a crescer ao longo do tempo.