Hospital da Luz no InAnestesia 2015

Hospital da Luz no InAnestesia 2015

Joana Jones e João Gouveia, os primeiros internos de anestesiologia do Hospital da Luz, participaram no InAnestesia 2015, um curso de formação intensiva teórica e prática, que tem como objetivo proporcionar um primeiro contacto dos jovens médicos com a especialidade. Cristina Pestana, coordenadora adjunta do bloco operatório e do departamento de Anestesiologia do Hospital da Luz, foi uma das formadoras deste curso.  

Com o patrocínio da Ordem dos Médicos e das Sociedades Portuguesa e Europeia de Anestesiologia, o InAnestesia surgiu em 2011 de uma parceria entre vários serviços hospitalares desta especialidade e tem vindo a crescer, quer no número de internos que participam, quer na quantidade e qualidade dos formadores.

Joana Jones considerou esta oportunidade de contacto com «os conhecimentos básicos, tanto teóricos como da componente prática, uma inquestionável mais-valia», por permitir – disse, citada pela Revista da Ordem dos Médicos - «que iniciemos a nossa atividade com um maior grau de responsabilidade, conhecimento e segurança nas atitudes».

Em relação aos temas teóricos que integram este curso, Joana Jones diz serem «temas centrais na prática anestésica», enquanto a componente prática «foi essencial para a familiarização com o material, atitudes e procedimentos no bloco operatório». A jovem médica realçou, a este propósito, «o treino em simuladores de técnicas anestésicas muito próximas da realidade».

O último número da Revista da Ordem dos Médicos dedica várias páginas ao InAnestesia 2015, dando a palavra a alguns dos internos de anestesiologia que participaram no curso, num artigo com o título «Um dia todas as especialidades começarão assim?».