Urologista Kris Maes realiza cirurgia robótica ao vivo no Hospital da Luz Lisboa

Kris Maes cirurgia robótica ao vivo no Hospital da Luz Lisboa

O diretor do serviço de Urologia do Hospital da Luz Lisboa (HLL), Kris Maes, também coordenador do Centro de Uro-Oncologia e do Centro de Cirurgia Robótica e Minimamente Invasiva, vai realizar uma cirurgia ao vivo, que será transmitida em tempo real e simultaneamente para os participantes no Congresso da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Minimamente Invasiva ( SPCMIN) e para os profissionais do HL Lisboa, no auditório do Hospital.

Nesta cirurgia, uma nefrectomia parcial robótica, Kris Maes será acompanhado pelo urologista do Hospital da Luz Lisboa, Rui Formoso, também formado na área de cirurgia robótica. Trata-se de um doente com tumor do rim, que será removido sob clampagem temporânea do rim, com preservação deste órgão.

O trabalho da equipa de Kris Maes no bloco operatório do HLL estará a ser seguido pelos colegas no Centro de Congressos do Parque das Nações, em Lisboa, durante a manhã do próximo dia 14 de outubro. Enquanto decorre a cirurgia, haverá uma sessão de debate, moderada pelos especialistas Paulo Roquete, também da Luz Lisboa, e Estevão Lima e Carlos Luz, respetivamente do Hospital CUF Infante Santo e Hospital dos Lusíadas.

A cirurgia estará também a ser transmitida, em simultâneo, para o auditório do Hospital da Luz Lisboa, para onde se convidam todos os profissionais de saúde do Hospital que estejam interessados em assistir.

A cirurgia robótica foi introduzida em Portugal há 6 anos no Hospital da Luz Lisboa, que se manteve como o único hospital do país a realizar cirurgias com esta técnica e a ter um robot cirúrgico até há pouco tempo. O urologista Kris Maes, de origem belga, foi pioneiro no nosso país na cirurgia robótica, tendo contribuído para a formação e desenvolvimento de muitos médicos portugueses do Hospital da Luz e noutros hospitais na Europa. O departamento de Urologia do HLL já fez feitas mais do que 500 cirurgias robóticas.

Neste momento, a cirurgia robótica é uma técnica cirúrgica usada em várias especialidades, como a urologia e a ginecologia, a cirurgia cardíaca e torácica e a cirurgia geral, utilizando o robot para tratar obesidade, cancro do cólon e reto e varias outras situações clínicas. 

A décima edição do congresso da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Minimamente Invasiva decorre em Lisboa, de 12 a 14 de outubro, e reúne especialistas de todo o país, sendo este ano especialmente dedicado a temas relacionados com endoscopias rígidas, endoscopias flexíveis e procedimentos guiados por imagens.