Médico do Hospital da Luz representa Portugal em programa da OMS

Médico do Hospital da Luz representa Portugal em programa da OMS

José Rosado Pinto, coordenador do Departamento de Imunoalergologia do Hospital da Luz, foi escolhido para representar Portugal e a Direção-Geral de Saúde na última reunião do programa ‘Aliança Global Contra as Doenças Respiratórias Crónicas’ (Global Alliance against Cronic Respiratory Diseases – GLAD), da Organização Mundial de Saúde (OMS), realizada em Julho passado, no Casaquistão.

Rosado Pinto é o coordenador nacional deste programa da OMS - foi lançado em 2006, na China, e a que Portugal aderiu no ano seguinte - e apresentou, nesta última reunião do GLAD, os resultados da implementação das políticas legislativas antitabágicas em Portugal, revelando que, com as recentes leis mais restritivas ao consumo do tabaco, o número de consumidores portugueses reduziu 5%, enquanto outros 22% diminuíram para um máximo de nove o número de cigarros consumidos por dia.

O GLAD envolve, neste momento, mais de três dezenas de países do Mundo, e promove políticas e programas regionais e locais de combate às doenças respiratórias crónicas, pretendendo o reconhecimento destas doenças como um dos mais importantes e graves problemas da saúde pública mundial.