Primeiro tratamento de radioterapia intraoperatória em cancro da mama

Primeiro tratamento de radioterapia intraoperatória em cancro da mama

O Hospital da Luz realizou o primeiro tratamento de radioterapia intraoperatória em cancro da mama no passado mês de dezembro.

A radioterapia parcial da mama realizada durante a cirurgia, que tem indicação em casos selecionados, tem como principais vantagens ser um tratamento com uma única administração, durante o ato operatório e sob anestesia geral; a esta maior comodidade acresce não serem necessárias deslocações repetidas ao hospital, a recuperação e o retorno à atividade laboral mais rápidos e o menor custo global do tratamento.

Neste procedimento, realizado totalmente no bloco operatório do Hospital da Luz, intervieram, na área da cirurgia, a ginecologista Isabel Riscado e o cirurgião geral João Leal de Faria. A radioterapia intraoperatória foi realizada por Francisco Mascarenhas, médico coordenador do Departamento de Radioterapia. A intervenção decorreu como planeado, sem qualquer intercorrência. A realização da radioterapia intraoperatória acrescentou cerca de 30 minutos ao tempo operatório, mas não prolongou o período de internamento.   

O tratamento radiógeno convencional no cancro da mama consiste na irradiação total da mama afetada, geralmente em cerca de seis semanas, ou em três semanas no caso de hipofracionamento, abordagem cada vez mais comum. As desvantagens da irradiação mamária convencional são a ocorrência de tumores radio-induzidos e de doença cardíaca isquémica nas doentes submetidas a irradiação da mama esquerda.

Como alternativa terapêutica, a radioterapia parcial da mama consiste na irradiação do volume ou região de maior risco de recidiva, ou seja, o leito tumoral com uma margem limitada de tecido normal. Esta modalidade de tratamento pode ser realizada de duas formas:

  • Intra-operatoriamente, numa única sessão, libertando toda a radiação diretamente sobre o leito tumoral logo após a extirpação do tumor durante o ato operatório
  • Após a cirurgia, em várias sessões, durante um período de uma a duas semanas