Anatomia patológica: o que é?

A anatomia patológica e os seus médicos especialistas, os anatomopagologistas, é  responsável pela análise de material humano colhido no doente e que pode apresentar-se sob a forma de uma peça operatória resultante de um procedimento cirúrgico major, como, por exemplo, um estômago (gastrectomia), um pequeno fragmento, uma biopsia colhida pelo gastrenterologista durante uma endoscopia, uma observação de células obtidas por uma punção aspirativa por agulha fina de um nódulo da tiróide – a designada citologia aspirativa, ou mesmo o corpo na sua totalidade, no caso de uma autópsia!

O que é comum a estes procedimentos é que todos implicam a colheita e observação ao microscópico de células ou tecidos humanos para se chegar a um diagnóstico preciso, fundamental para o esclarecimento de uma situação em que os sintomas clínicos e os exames radiológicos não permitem chegar a uma conclusão definitiva.