Problemas mamários durante a amamentação

Os problemas mamários mais comuns durante a amamentação natural incluem os mamilos dolorosos e/ou com fissuras, o ingurgitamento mamário, o bloqueio dos ductos mamários e as mastites.

Mamilos dolorosos e/ou com fissuras

A causa mais comum destes problemas é uma má adaptação do bebé à mama, nomeadamente, quando mama apenas no mamilo e não no mamilo e aréola. As fissuras podem estar presentes na extremidade ou na base do mamilo.

Cuidados a ter:

  • Se necessário corrigir a posição adotada para o bebé durante a mamada.
  • Iniciar as refeições do bebé pelo mamilo menos doloroso ou com menos fissuras.
  • Aplicar uma pomada cicatrizante adequada.
  • Aplicar frio local para aliviar a dor.

Para prevenir:

  • Adaptar bem o mamilo e aréola à boca do bebé.
  • Para retirar o bebé da mama, pressioná-la suavemente junto da boca do bebé ou introduzir a ponta de um dedo na boca do bebé para este largar a mama.
  • Lavar o peito diariamente, durante o duche, usando um sabonete ou loção neutros.
  • No início e no final de cada mamada extrair umas gotas de leite e massajar o mamilo.

Ingurgitamento mamário

Ingurgitamento mamário é a designação aplicada às mamas endurecidas, muito aumentadas, vermelhas e quentes. Acontece, em geral, no segundo ou terceiro dia depois do parto, com a subida do leite. Pode provocar algum desconforto e pode ser difícil para o bebé conseguir mamar num mamilo e aréola que ficam repuxados pela distensão provocada pelo leite. 

Para conseguir uma boa adaptação do bebé e contribuir para resolver o ingurgitamento, podem ser adotadas algumas medidas:

  • Antes da mamada, massajar com a ponta dos dedos, em movimentos circulares, desde a base da mama em direção ao mamilo, retirando um pouco de leite manualmente.
  • Se após a mamada o ingurgitamento ainda for marcado, pode ser realizado o esvaziamento manual ou com o auxílio de uma bomba até aliviar o desconforto.
  • No intervalo das mamadas aplicar frio para reduzir o edema e o desconforto.
  • Reduzir a ingestão de líquidos enquanto o ingurgitamento se mantiver.

Bloqueio dos ductos mamários

Os ductos mamários são os canais de drenagem do leite. Por vezes ocorre o seu bloqueio durante a subida do leite, formando-se um nódulo que impede a passagem do leite, acompanhado de dor e vermelhidão localizadas.

Para prevenir:

  • Variar a posição de amamentação do bebé, de modo a esvaziar todas as partes da mama.
  • Evitar o uso de peças de vestuário muito justas e optar por um tamanho de soutien adequado e que permita um suporte correto.

Mastites

Uma mastite é uma infeção mamária. Pode surgir na sequência do bloqueio dos ductos mamários e de fissuras mamárias.

Caracteriza-se por um aumento da tensão mamária, vermelhidão e calor ao toque.

O leite pode apresentar alterações visíveis de consistência e de cor, nomeadamente presença de sangue ou pus, situação em que não deve ser usado para alimentar o bebé. Em caso de suspeita de mastite devem ser procurados cuidados médicos.

Cuidados a ter:

  • Esvaziar a mama afetada, manualmente ou com bomba, e assegurar o esvaziamento completo.
  • Evitar a pressão de peças de vestuário justas.
  • Caso a mastite seja unilateral, estimular a amamentação na mama não afetada.
  • Aplicar frio local para aliviar a dor.