Voltar

Cefaleias: quando procurar ajuda?

As cefaleias são frequentes e podem ser muito debilitantes. Muitas pessoas aprendem a prever e a controlar as suas cefaleias sem ajuda médica.

No entanto, nos casos mais complexos, os cuidados médicos são fundamentais e contribuem decisivamente para a sua qualidade de vida.

Procure cuidados médicos se a sua cefaleia:

  • É diferente das que tem habitualmente 
  • É a pior que teve até agora
  • Se tiver instalado de repente e se agravar com o movimento, com a tosse ou outras ações ou atividades
  • Estiver associada a náuseas, vómitos, debilidade, alterações da visão, da fala ou do comportamento
  • Estiver associada a convulsões
  • Estiver associada a um traumatismo ou queda recente
  • Não melhorar com o tratamento habitual e continuar a gravar-se
  • Interferir com o seu trabalho e com a sua qualidade de vida