Voltar

Vacinação: A sua importância

A vacinação é a forma mais eficaz e segura de protegermos as crianças contra doenças infecciosas graves e que podem, no limite, levar à morte ou a graves deficiências para a vida.

O novo Plano Nacional de Vacinação, com início a 1 de janeiro de 2017, define de forma clara os melhores timings da vacinação, introduz uma nova vacina durante a gravidez (Tdpa) e integra uma nova formulação de vacinas, com a vacina hexavalente (DTPaHibVip), permitindo reduzir o número de injeções a administrar.

A vacinação da criança deve começar ainda antes do nascimento, para proteção do recém-nascido contra doenças que podem ser muito graves neste grupo etário, como a tosse convulsa. Esta proteção faz-se através da vacinação das grávidas com a nova vacina Tdpa, que se aplica entre as 20 e 36 semanas - mas idealmente até às 32 semanas -, logo a seguir à realização de ecografia morfológica.

Após o nascimento, todas as crianças são vacinadas contra a hepatite B e, a partir do segundo mês de vida, devem dar continuidade ao calendário de vacinação proposto para o nosso país pelo Plano Nacional de Vacinação.

A maior concentração de vacinas no primeiro ano de vida prende-se com o facto de este ser o grupo etário mais frágil e vulnerável a doenças contagiosas e pretender-se, com o cumprimento rigoroso deste Plano, a mais precoce e eficaz proteção.

A vacinação não é exclusiva das crianças, prolonga-se por toda a vida e de forma adequada a cada grupo etário.

A boa adesão às vacinas no nosso país tem permitido controlar doenças como a poliomielite, sarampo e rubéola. Uma elevada taxa de vacinação permite que haja a chamada imunidade de grupo, que beneficia toda a sociedade.

Na rede Hospital da Luz, existem diversos serviços de vacinação. No Hospital da Luz Lisboa, este serviço funciona aos dias úteis (durante todo o dia) e também ao sábado (da parte da manhã), onde são aplicadas todas as vacinas do Plano Nacional, as vacinas opcionais ao plano e outras, com prescrição médica.

As vacinas do Plano Nacional de Vacinação são gratuitas para todas as pessoas que estejam em território português, independentemente da sua nacionalidade.

A vacinação é um direito, mas também um dever do individuo para com a sociedade para protecção de todos, e sobretudo das nossas crianças.

 

Ana Carvalho

Coordenadora do Departamento de Pediatria, Hospital da Luz Lisboa

2017