Unidade de Dor

A Unidade de Dor está vocacionada para a abordagem da dor crónica nas suas várias vertentes.

A Unidade de Dor do Hospital da Luz Clínica do Porto está integrada no Departamento de Anestesiologia e é uma unidade multidisciplinar vocacionada para o tratamento da dor crónica nas suas diferentes vertentes.

O benefício do tratamento da dor advém da capacidade que os clínicos têm para diagnosticar a sua causa e para avaliar o impacto que ela pode causar na integridade das pessoas.

Neste contexto, o Hospital da Luz Clínica do Porto, dotada de recursos tecnológicos modernos e recursos humanos de excelência, oferece através da Unidade de Dor uma abordagem multidisciplinar de todas as situações de dor, centrada nas especificidades de cada caso e nas características de cada doente.

À Unidade de Dor do Hospital da Luz Clínica do Porto têm acesso todos os que necessitem de assistência nesta área, quer individualmente, quer por referenciação do seu médico assistente.

Os médicos anestesiologistas do Hospital da Luz Clínica do Porto responsáveis pela Consulta de Dor são:

  • Dr. Jorge Reis
  • Dr. Humberto Rebelo
  • Dra. Lília Ribeiro

O pedido de marcação desta consulta em www.hospitaldaluz.pt/porto deve ser feito escolhendo a especialidade Anestesiologia e referindo a Consulta de Dor no campo de Observações. 

Outras formas de marcação: clique aqui  

  • Condições médicas tratadas mais frequentemente na unidade de dor

    • Dor muscular
    • Dor miofascial
    • Neuvralgia do trigémio
    • Dor ombro e mão
    • Dor intercostal
    • Dor na coluna
    • Cefaleias de origem cervical
    • Dor cervical
    • Dor cervical após “golpe de coelho”
    • Dor torácica
    • Dor lombar
    • Dor sacroilíaca
    • Dor pélvica
    • Dor articular da anca e joelho
    • Dor pós-cirúrgica
    • Fibromialgia
    • Dor neuropática
    • Dor complexa regional
    • Dor após zona (Herpes zoster)

  • Procedimentos realizados na unidade de dor

    • Terapêutica medicamentosa
    • Injeção epidural: interlaminar / transforaminal
    • Bloqueios nervosos terapêuticos
    • Bloqueios intercostais
    • Bloqueio facetas: bloqueios ramos médios / bloqueios facetários
    • Bloqueio gânglio estrelado
    • Bloqueio pontos “gatilho”
    • Bloqueio seletivo de nervos (occipital / supraescapular / ilioinguinal /  iliohipogastrico / genitofemoral / pudendo)
    • Injeções intra-articulares (ombro / sacroilíaca / anca / joelho)
    • Radiofrequência
    • Radiofrequência pulsada

     

    Todos os procedimentos invasivos são feitos com apoio imagiológico (preferencialmente ecografia)