Aprender a ‘Salvar Vidas’ com o Hospital da Luz

Aprender a ‘Salvar Vidas’ com o Hospital da Luz 2017

Cerca de meia centena de pessoas participou, no passado dia 16, nas ações de formação em Suporte Básico de Vida que o Hospital da Luz Learning Health (HLLH) realizou no Hospital da Luz Lisboa para assinalar o Dia Europeu da Ressuscitação Cardíaca – associando-se, assim, à iniciativa ‘European Restart a Heart Day - A Comunidade Salva Vidas’, promovido pelo European Ressuscitation Council e o Conselho Português de Ressuscitação.

Em dois cursos, que decorreram durante a manhã e a tarde, os participantes começaram por assistir, no auditório do Hospital da Luz Lisboa, às explicações do enfermeiro Miguel Valente, um dos formadores do HLLH, que enquadrou as situações de emergência em que pode ser decisivo saber o que fazer para ajudar uma pessoa em paragem cardiorrespiratória e salvar a sua vida. A apresentação incluiu a exibição de dois vídeos que exemplificavam situações de perda de sentidos de uma pessoa num local público e o conjunto de procedimentos a efetuar – o que é habitualmente designado como cadeia de sobrevivência.

Assim, ao encontrar-se uma pessoa caída no chão, deve seguir-se a regra VOS (ver, ouvir e sentir): perceber se a pessoa está consciente, se respira (encostando o ouvido junto à boca e nariz da vítima, durante 10 segundos) e se o tórax ou a barriga mexem. Se isto não acontecer, significa que a vítima está em paragem cardiorrespiratória, disse Miguel Valente, devendo ligar-se (ou pedir a alguém para ligar) o 112 e seguir as instruções que forem dadas.

Nesse momento, continuou o instrutor da HLLH, devem também iniciar-se as manobras de Suporte Básico de Vida: sequências de 30 compressões sobre o tórax, alternadas por duas ventilações boca-a-boca. No caso de não se saber fazer as ventilações, deve manter-se as compressões em contínuo, explicou Miguel Valente, sublinhando que esta manobra deve ser mantida até à chegada da equipa de emergência, só parando quando esta o pedir.

Na componente prática, com manequins, os participantes foram divididos em grupos e tiveram oportunidade de aprender com a equipa de instrutores do HLLH – composta pelos enfermeiros Miguel Valente, Sacha Pereira, Mécia Barradas, Joana Coelho, Cláudia Oliveira e Jorge Emídio, e pela médica de Medicina Interna Raquel Cavaco – a efetuar massagem de reanimação cardiopulmonar (RCP), seguindo todos os passos necessários para reanimar uma vítima.

Saber o que faz um desfibrilhador automático externo (DAE) foi outra das vertentes do curso. Miguel Valente explicou o que um profissional credenciado deve fazer para reanimar vítimas com este equipamento portátil. Atualmente, só profissionais devidamente credenciados estão autorizados a utilizar os DAE.

De referir que, nesse mesmo dia, o enfermeiro Miguel Valente e o cardiologista Daniel Ferreira estiveram no Programa da Manhã da Rádio Comercial para dar formação em Suporte Básico de Vida aos apresentadores Pedro Ribeiro, Vasco Palmeirim, Vera Fernandes e Nuno Markl. Os profissionais do Hospital da Luz deixaram uma importante mensagem, que a equipa da Comercial partilhou com os ouvintes e seguidores nas redes sociais: «Todos podem aprender, todos devem aprender! Saber fazer estas manobras pode salvar vidas».