Estomatologista do Hospital da Luz vence prémio da Sociedade Anatómica

Estomatologista do Hospital da Luz vence prémio da Sociedade Anatómica

David Ângelo, médico estomatologista do Hospital da Luz Setúbal, venceu o prémio anual da Sociedade Anatómica Portuguesa com uma investigação no âmbito da disfunção da articulação temporomandibular. 

A articulação temporomandibular é o local onde a mandíbula (maxilar inferior) se articula com o osso temporal (do crânio). É uma articulação complexa, a mais usada pelo corpo humano (2.000 vezes por dia, em média) e, em caso de disfunção, a sua movimentação causa dor intensa aos doentes – que ficam incapazes, nos casos mais severos, de desempenhar as atividades mais simples do dia-a-dia, como falar e mastigar.

Nos casos mais severos da doença, pode haver necessidade de remover o disco articular, que é fundamental para o funcionamento harmonioso da articulação temporomandibular. David Ângelo procura nas suas investigações encontrar um biodisco que possa ser usado para regenerar um novo disco nesta articulação. No trabalho agora premiado, estudou o modelo animal mais adequado para testar esse disco – tendo concluído que é a ovelha da raça Merino Preto.

O prémio para Investigação em Ciências Morfológicas foi entregue a David Ângelo no passado dia 14 de outubro, na Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior (Covilhã), no âmbito da 51ª Reunião Científica da Sociedade Anatómica Portuguesa e da 4.ª Reunião Científica da Associação Anatómica Portuguesa.