Modelo de compras e logística da Luz Saúde discutido em conferência

Modelo de compras e logística da Luz Saúde discutido em conferência

O modelo de compras e aprovisionamento das unidades do Hospital da Luz foi um dos temas abordados na Pharma Supply Chain, a primeira conferência sobre logística farmacêutica e healthcare em Portugal, realizada no passado dia 20 de abril. Organizada pela revista Logística Moderna, a conferência reuniu em Lisboa gestores e diretores de empresas e instituições dos setores farmacêutico e de prestação de cuidados de saúde.

A apresentação do modelo adotado pela Luz Saúde foi feita por Rodolfo Marques, coordenador do Serviço de Aprovisionamento do Hospital da Luz Setúbal. Numa intervenção sob o título ‘Criação de uma central de logística na cadeia de abastecimento das unidades do Grupo Luz Saúde’, Rodolfo Marques explicou a criação da GLSMED, empresa que centraliza as compras e logística do Grupo Luz Saúde, e o impacto que esta teve ao fim de um ano, em particular na cadeia de aprovisionamento do Hospital da Luz Setúbal.

Foi a primeira conferência do género em Portugal e, segundo os organizadores, surgiu “da necessidade de se olhar para as cadeias de abastecimento dos setores farmacêutico e de healthcare de forma abrangente e integrada, num momento especialmente desafiante para a economia em geral”. SPMS (Serviços Partilhados do Ministério da Saúde), Unidade Local de Saúde do Alto Minho, Rangel Pharma, Health Cluster Portugal, Zetes Portugal, Vipfarma, Farmavenix Portugal e Egor foram outras instituições que estiveram igualmente representadas na conferência.