Hospital da Luz Lisboa realiza primeiro transplante de córnea com técnica DMEK

O Serviço de Oftalmologia do Hospital da Luz Lisboa é a primeira unidade privada a realizar transplantes de córnea através da técnica DMEK.

O Serviço de Oftalmologia do Hospital da Luz Lisboa realizou, no passado dia 20, o primeiro transplante de córnea através da técnica DMEK. Realizado pelo médico oftalmologista Paulo Guerra, foi o primeiro transplante de córnea deste tipo realizado num hospital privado em Portugal e obteve sucesso terapêutico.

O DMEK (Descemet Membrane Endothelial Keratoplasty) é a forma mais recente e avançada de transplante lamelar posterior da córnea, no qual se transplanta unicamente o endotélio e a membrana de Descemet, e sem necessidade de recorrer a suturas.

Esta técnica tem demonstrado resultados visuais sem precedentes em transplantação endotelial (corneana) avaliada por diversos estudos. Quando comparado com outras técnicas de transplante, o DMEK é aquele que proporciona os melhores resultados visuais, ou seja, a melhor visão e a mais rápida recuperação visual. Pelo facto de uma menor quantidade de tecido ser transplantado, é também o transplante de córnea que apresenta a mais baixa taxa de rejeição tecidual (estimada em cerca de 2%), o que permite que a terapêutica tópica com corticosteroides seja mais curta.

Paulo Guerra é médico oftalmologista também no Hospital da Luz Clínica da Amadora, sendo especialista em córnea, cirurgia implanto-refrativa e catarata.