Doutoramento de Hélder Dores em Medicina aprovado com distinção e louvor

Hélder Dores, médico cardiologista e responsável pela área de Cardiologia Desportiva do Hospital da Luz Lisboa, concluiu a 20 de maio o doutoramento em Medicina – investigação clínica na Nova Medical School. A sua tese – intitulada ‘Cardiovascular risk assessment in athletes - The role of electrocardiography and imaging’ – mereceu a aprovação unânime do júri, com distinção e louvor.

A tese tem por base uma investigação desenvolvida desde 2014, centrada na avaliação pré-competitiva do atleta, desde o atleta jovem ao veterano, com ênfase em vários aspetos controversos das metodologias recomendadas na atualidade. Inclui 21 artigos publicados na Revista Portuguesa de Cardiologia e em várias revistas científicas internacionais, a maioria resultante de investigação original e da parceria com várias instituições nacionais e internacionais.

Entre as conclusões, Hélder Dores salienta que a interpretação do ECG (eletrocardiograma) do atleta baseada em critérios específicos e mais restritivos associa-se a uma redução significativa da taxa de falsos positivos e dos custos com exames complementares adicionais. Além disso, as características do exercício devem ser valorizadas na avaliação do atleta, porque induzem diferente remodelagem cardíaca elétrica, estrutural e funcional, e a redução do Strain Longitudinal Global em atletas poderá corresponder a mais uma característica do ‘coração de atleta’.

Os orientadores da tese foram Pedro Araújo Gonçalves, Nuno Cardim e Nuno Neuparth.

Na foto em cima, o novo doutor e o júri: da esquerda para a direita, Ricardo Fontes Carvalho, Rogério Teixeira, Fernando Miguel Xavier (presidente), Hélder Dores, Ana Abreu e Pedro Araújo Gonçalves.