Hospital da Luz Aveiro acolhe primeira reunião da associação de radiologistas de intervenção

Médicos radiologistas de todo o país e outros profissionais de saúde com interesse nesta especialidade vão reunir-se no Hospital da Luz Aveiro, no próximo dia 23 de março, às 10h, na primeira assembleia geral da Associação Portuguesa de Radiologia de Intervenção (APRI). A recém-criada associação iniciou atividade em janeiro deste ano e tem por missão «a formação, divulgação e ensino em radiologia de intervenção».

A direção da APRI é presidida por Belarmino Gonçalves – médico radiologista das unidades do Hospital da Luz de Aveiro, Lisboa e Vila Real, além de coordenador da Unidade de Angiografia do Serviço de Radiologia de Intervenção do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto –, tendo na mesa da assembleia geral, como 2.º secretário, Augusto Gaspar, diretor do departamento de Imagiologia do Hospital da Luz Lisboa e membro do Colégio da Especialidade de Radiodiagnóstico da Ordem dos Médicos. Os restantes órgãos sociais são desempenhados por Pedro Sousa (vice-presidente, do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro), João Oliveira (secretário geral, do Centro Hospitalar Universitário do Porto), Tiago Pereira (secretário adjunto, do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia-Espinho), Maria José Sousa (tesoureira, do IPO Porto), Paulo Almeida (presidente da assembleia geral, do Centro Hospitalar Tondela-Viseu) e João Martins Pisco (1.º secretário da assembleia geral, do Hospital St. Louis, Lisboa).

A APRI é uma instituição sem fins lucrativos e conta com a afiliação ou parceria com outras associações internacionais, como a CIRSE (Cardiovascular and Interventional Radiological Society of Europe). Para concretizar a sua missão, vai apostar na organização de encontros, simpósios e congressos médicos, bem como workshops e sessões de formação para médicos internos.