Urologista do Hospital da Luz na RTP: ‘A disfunção sexual continua a ser tabu’

«Este tema continua a ser um grande tabu», salientou Pedro Vendeira, médico urologista do Hospital da Luz Arrábida e um dos especialistas que participaram na reportagem emitida pela RTP a 14 de fevereiro, a propósito do Dia Europeu da Disfunção Sexual.

Estima-se que a disfunção sexual afeta um em cada quatro homens e uma em cada cinco mulheres, mas a grande maioria não procura ajuda médica, apesar de existirem hoje múltiplas terapêuticas. Perda de libido, disfunção erétil, transtornos de ejaculação, alterações do orgasmo e dor durante o ato sexual são algumas das manifestações da disfunção sexual, como explicou Pedro Vendeira. «Apenas 12% a 15% dos homens é que procuram um médico» – como foi o caso de um dos seus doentes no Hospital da Luz Arrábida, que aceitou dar o seu testemunho aos jornalistas da RTP.

Pedro Vendeira é especialista em urologia com competência em Sexologia Clínica pela Ordem dos Médicos. Tem como principais áreas de atividade urologia geral, medicina sexual, doença de La Peyronie e infertilidade (fator masculino). 

Veja aqui a reportagem da RTP