Novo tratamento oncológico para a doença peritoneal no Hospital da Luz Arrábida

O Hospital da Luz Arrábida disponibiliza, desde este mês, uma nova técnica para o tratamento da doença oncológica peritoneal: a quimioterapia intraperitoneal hipertérmica (HIPEC).

A HIPEC permite o tratamento da carcinomatose peritoneal – doença que “pode ter origem num tumor do peritoneu ou, mais frequentemente, ser consequência da metastização de tumores de qualquer outro órgão, principalmente do cólon, estômago, ovário e apêndice”, como explica Francisco Senra, cirurgião responsável pelo desenvolvimento desta nova técnica no Hospital da Luz Arrábida

Tradicionalmente, a carcinomatose peritoneal é tratada com cirurgia seguida de quimioterapia. A HIPEC consiste na aplicação, durante a cirurgia, de quimioterapia diretamente sobre o peritoneu, associada a uma temperatura elevada.

A HIPEC é já considerada o tratamento ideal na carcinomatose peritoneal de tumores do cólon, do apêndice e nos mesoteliomas. “Em casos selecionados, tem sido possível não só aumentar o tempo de vida, com qualidade, mas mesmo atingir a cura (ou seja, sobrevidas longas sem evidência de doença)”, salienta Francisco Senra.