Cardiologista do Hospital da Luz alerta para estenose aórtica

Pedro Araújo Gonçalves, médico cardiologista do Hospital da Luz Lisboa, participou no programa ‘Diário da Manhã’ da TVI 24, a 29 de janeiro, a propósito de uma campanha europeia que visa alertar a população para a estenose aórtica. Trata-se de uma doença cardíaca relativamente desconhecida, mas que afeta uma em cada 15 pessoas com mais de 70 anos e que pode ter consequências fatais se não for diagnosticada atempadamente.

A estenose aórtica consiste «numa obstrução da válvula aórtica, por onde o coração bombeia o sangue para ser distribuído pelo nosso organismo», explicou Pedro Araújo Gonçalves. Quando ocorre essa obstrução, tem de se proceder à substituição dessa válvula – procedimento atualmente possível através de cateterismo –, caso contrário o coração deixa de cumprir aquela função. O médico cardiologista é também membro da direção da Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular, que aderiu a uma campanha europeia de divulgação da doença que tem por mote ‘Corações de amanhã’. Pedro Araújo Gonçalves explicou que um dos sintomas – dor forte no peito, quando a pessoa faz esforços – é relativamente fácil de identificar e de as pessoas associarem a um problema coronário. «Os outros sintomas são mais difíceis de perceber e de identificar, como cansaço e desmaios», pois são relativamente vagos e podem corresponder a outras patologias. Por isso, é importante que a população, sobretudo a de idade mais avançada, esteja atenta a estes sintomas, bem como os respetivos familiares.

Veja aqui a entrevista de Pedro Araújo Gonçalves