Caso especial de cirurgia robótica no Hospital da Luz publicado na Acta Urológica Portuguesa

Caso de cirurgia robótica no Hospital da Luz publicado na Acta Urológica Portuguesa

Revista da Associação Portuguesa de Urologia publica artigo científico de médicos do Hospital da Luz Lisboa.

A ‘Acta Urológica Portuguesa’, revista oficial da Associação Portuguesa de Urologia, publicou na edição de julho passado um artigo científico de Bruno Graça, Rui Formoso, Miguel Lourenço e Kris Maes, equipa de médicos urologistas do Hospital da Luz Lisboa. No artigo, intitulado ‘Nefrectomia Parcial Robótica de Tumor Endofítico: Técnica e Resultado’, os autores descrevem o caso especial de uma doente operada a um tumor no rim através de cirurgia robótica.

«A nefrectomia parcial robótica tem resultados oncológicos similares a via aberta ou laparoscópica, com menor hemorragia, dor e tempo de internamento comparativamente à via aberta. A via robótica permite cirurgia renal complexa de modo seguro e com curva de aprendizagem menos longa que a via laparoscópica», concluem os médicos, após descrição e análise do caso. «Estudos com seguimento a longo prazo são necessários para avaliar com maior evidência os resultados oncológicos e funcionais e estabelecer definitivamente a nefrectomia parcial robótica como ‘standard of care’», acrescentam.

O artigo pode ser lido aqui.

Recorde-se que, em maio deste ano, o Hospital da Luz foi certificado pela Associação Europeia de Urologia enquanto centro de treino em cirurgia robótica urológica (ERUS Reference Training Center). É o primeiro centro da Península Ibérica com esta acreditação de excelência, juntando-se a outros 29 existentes na Europa, passando a poder dar também formação (Fellowship) nesta área a profissionais de outros países. Os centros de Uro-Oncologia e de Cirurgia Robótica e Minimamente Invasiva do Hospital da Luz Lisboa são coordenados por Kris Maes.