Estudo de André Barros premiado no congresso nacional de ortopedia

O trabalho científico apresentado por André Barros, cirurgião ortopédico das unidades do Hospital da Luz em Lisboa, Oeiras e Amadora, recebeu o prémio de melhor comunicação livre do 38.º Congresso Nacional de Ortopedia e Traumatologia, que se realizou entre 25 e 27 de outubro, em Viseu.

Intitulado ‘Instabilidade Glenoumeral: Bankart Artroscópico com fitas e sem nós vs reparação com fios e nós’, este trabalho inédito comparou prospetivamente dois tipos de reparação de lesões de Bankart em jovens que foram operados por Eduardo Carpinteiro, coordenador do Grupo de Ombro e Cotovelo do Hospital da Luz Lisboa, e André Barros.

Os médicos especialistas deste grupo apresentaram, aliás, mais cinco comunicações orais ao congresso, cuja organização é da Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia (SPOT).