Casos clínicos do Hospital da Luz e do HBA no congresso mundial de Ortopedia

André Barros e Luís Pires (na foto em cima), médicos ortopedistas das unidades do Hospital da Luz em Lisboa, Amadora e Oeiras, apresentaram dois trabalhos inéditos no congresso mundial da Sociedade Internacional de Cirurgia Ortopédica e de Traumatologia (SICOT, na sigla francesa), que decorreu em Montreal (Canadá), entre 10 e 13 de outubro. Os trabalhos baseiam-se em casos clínicos do Hospital da Luz e do Hospital Beatriz Ângelo.

O 39.º Congresso da SICOT, a organização mundial mais antiga e representativa nesta área clínica, registou a participação de especialistas de mais de 100 países. Um das comunicações dos ortopedistas do Hospital da Luz teve como tema os parâmetros radiológicos de avaliação de artroplastias do ombro (incluindo a relação com os respetivos resultados clínicos em fraturas) e a segunda comparou a técnica inovadora de reconstrução capsular superior com reparações parciais artroscópicas em lesões irreparáveis da coifa dos rotadores (tendões do ombro). Apresentaram ainda uma comunicação sobre tratamento de lesões SLAP nos desportistas.

André Barros é médico ortopedista no Hospital da Luz Lisboa, Oeiras e Amadora, exercendo atividade nas áreas de cirurgia do ombro e do cotovelo, patologia degenerativa, traumatologia desportiva e traumatologia geral. Luís Pires é médico ortopedista no Hospital da Luz Lisboa, sendo especialista em patologia do ombro, medicina e traumatologia desportiva.

O Grupo de Cirurgia do Ombro e do Cotovelo do Hospital da Luz tem uma vasta experiência no tratamento de lesões no ombro e cotovelo, tendo sido pioneira no uso de técnicas cirúrgicas artroscópicas (minimamente invasivas), desde há mais de 10 anos.