Médico do Hospital da Luz representa Portugal em programa da OMS

José Rosado Pinto, coordenador do Departamento de Imunoalergologia do Hospital da Luz, foi escolhido para representar Portugal e a Direção-Geral de Saúde na última reunião do programa ‘Aliança Global Contra as Doenças Respiratórias Crónicas’ (Global Alliance against Cronic Respiratory Diseases – GLAD), da Organização Mundial de Saúde (OMS), realizada em Julho passado, no Casaquistão.

Rosado Pinto é o coordenador nacional deste programa da OMS - foi lançado em 2006, na China, e a que Portugal aderiu no ano seguinte - e apresentou, nesta última reunião do GLAD, os resultados da implementação das políticas legislativas antitabágicas em Portugal, revelando que, com as recentes leis mais restritivas ao consumo do tabaco, o número de consumidores portugueses reduziu 5%, enquanto outros 22% diminuíram para um máximo de nove o número de cigarros consumidos por dia.

O GLAD envolve, neste momento, mais de três dezenas de países do Mundo, e promove políticas e programas regionais e locais de combate às doenças respiratórias crónicas, pretendendo o reconhecimento destas doenças como um dos mais importantes e graves problemas da saúde pública mundial.