José Manuel Teixeira esclarece no Porto Canal questões de acidentes de trabalho

José Manuel Teixeira, coordenador de Ortopedia do Hospital da Luz Arrábida, explicou no programa Consultório, do Porto Canal, o que se entende por acidentes de trabalho, as lesões mais frequentes e respetivos tratamentos. «A Ortopedia deve corresponder a cerca de 90% dos principais acidentes de trabalho», afirmou no programa emitido a 20 de junho, em que respondeu a perguntas dos telespetadores.

O médico ortopedista começou por esclarecer a definição de acidente de trabalho: «É algo que acontece num determinado momento, como consequência direta» de um acidente – como, por exemplo, fraturas da mão e do punho, lesões nervosas graves e perdas de dedos, mas também as lesões contraídas pelos atletas de alta competição.

Num levantamento feito na Fidelidade, na qual José Manuel Teixeira é diretor clínico, as lesões no ombro foram as situações mais comuns nos acidentes de trabalho reportados à seguradora: «Até aí, achávamos que eram as lesões da coluna, mas não. Isto deve-se ao tipo de trabalho que as pessoas têm atualmente», esclareceu. A evolução nos meios de diagnóstico e nos tratamentos foram outros aspetos focados no programa: «Nas doenças do ombro, antigamente, era muito difícil operar (ou, quando se operava, era uma cirurgia aberta, que fazia grandes cicatrizes). Neste momento, com a artroscopia e a cirurgia minimamente invasiva, fazemos suturas dos tendões atingidos e tentamos reconstruir as articulações». E nas fraturas do punho, em que antes se colocava de gesso, agora «opera-se e, ao fim de uma ou duas semanas, consegue-se regressar à atividade profissional».

A reintegração profissional das pessoas que tiveram acidentes de trabalho é, de resto, um dos temas do I Congresso Médico da Fidelidade, que se realiza nos próximos dias 28 e 29 de junho, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto.

Veja aqui o programa do Porto Canal com José Manuel Teixeira, que exerce funções também no Hospital da Luz Clínica do Porto.