Hospital da Luz em destaque no Congresso Português de Cardiologia

O Centro Cardiovascular do Hospital da Luz Lisboa esteve em destaque no Congresso Português de Cardiologia, o maior encontro anual de médicos desta especialidade, que decorreu entre 28 e 30 de abril, no Palácio de Congressos do Algarve (Albufeira).

Além das múltiplas sessões para apresentação de comunicações científicas, o congresso teve pela primeira vez um painel – denominado ‘No meu serviço, ando a fazer’ – que deu oportunidade aos médicos de nove hospitais para falarem das respetivas atividades que consideram mais relevantes. ‘Uma LUZ sobre o futuro da cardiologia. Tão Longe e tão perto’ foi o mote das exposições feitas em representação do Hospital da Luz pelos médicos Daniel Ferreira (coordenador da Cardiologia Clínica e diretor do Centro Clínico Digital), Pedro Adragão (coordenador do Centro do Ritmo Cardíaco) e Ricardo Arruda Pereira (cirurgião cardiotorácico). 

Fixando-se naquilo que é mais diferenciador no serviço, os três falaram das intervenções clínicas que fazem em cada uma das suas áreas e que têm de decorrer sem contacto físico com o doente: as consultas à distância realizadas no âmbito do Centro Clínico Digital, a arritmologia de intervenção com radionavegação e a cirurgia robótica cardíaca. Numa altura em que se questiona se o recurso cada vez maior às novas tecnologias não estará a afetar a relação entre médico e doente, distanciando-os, estas três áreas são a prova do contrário, como explica Daniel Ferreira: «É graças à moderna tecnologia, que nestes casos é usada sem contacto físico, que se prestam os melhores cuidados de saúde, proporcionando maior segurança e conforto aos doentes e consolidando até, por outro lado, a sua relação com o médico».

Promovido pela Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC), este foi o maior congresso de cardiologia de sempre, com cerca de 2.700 participantes, mais de 100 sessões científicas e de 400 oradores. No encontro participaram ainda, enquanto moderadores e oradores, muitos outros médicos cardiologistas de unidades do Hospital da Luz. Daniel Ferreira, que é vice-presidente da SPC, integrou a comissão organizadora e a comissão científica do congresso e será o presidente do próximo encontro, em 2019.