Isabel Vaz recebe Prémio Maria de Lourdes Pintasilgo

Isabel Vaz Prémio Maria Lourdes Pintasilgo

Isabel Vaz, CEO da Luz Saúde, recebeu ontem o Prémio Maria de Lourdes Pintasilgo, atribuído pelo Instituto Superior Técnico (IST) a antigas alunas que se distinguiram no seu percurso profissional e social. O prémio foi entregue pelo presidente do IST, Arlindo Oliveira, durante uma cerimónia realizada no salão nobre da instituição.

Esta foi a segunda edição do Prémio Maria de Lourdes Pintasilgo, criado pelo IST para homenagear a sua antiga aluna, única mulher a liderar um Governo de Portugal, e promover o seu exemplo enquanto figura com impacto na sociedade. Isabel Vaz venceu na categoria Role Model (para uma antiga aluna com percurso excecional) e Bárbara Fernandes Simões na categoria Young alumni (para uma recém-graduada que se distinga pelo percurso académico), que terminou a tese de mestrado em Matemática e Aplicações com 19 valores.

«São exemplos ou modelos a seguir para as mulheres que escolham o IST», salientou Arlindo Oliveira, referindo-se às duas premiadas. «O objetivo do Técnico é atrair os melhores, sejam rapazes ou raparigas. A engenharia, a ciência, a matemática ou a física não são propriedade dos homens, mas sim desafios intelectuais», acrescentou, fixando como objetivo da instituição «corrigir a atual situação», em que as mulheres constituem apenas 30% do total de alunos.

«É uma honra receber um prémio daquela que é a minha alma mater», afirmou, por seu turno, a CEO da Luz Saúde, depois de agradecer a distinção ao IST e aos respetivos professores. Isabel Vaz dedicou o prémio ao pai, médico cardiologista em Setúbal, e fez questão de salientar o papel que a sua família tem tido no seu sucesso profissional.

Helena Geirinhas Ramos, coordenadora da comissão Gender Balance do IST, aproveitou, por seu turno, para lembrar que «é preciso trazer talento feminino para a engenharia, para a ciência e para a tecnologia». Coube a Teresa Duarte, responsável pelo departamento de engenharia química, onde Isabel Vaz se licenciou, recordar o percurso profissional da CEO da Luz Saúde e o lema que a tem orientado enquanto gestora: «Liderar é servir». A decisão de atribuir o prémio a Isabel Vaz foi tomada por unanimidade, por um júri constituído pelos professores Luís Oliveira e Silva, Raquel Aires de Barros, Dora Rego, Helena Geirinhas Ramos, Ana Paiva, Ana Póvoa, Isabel Sá Correia, João Ramôa Ribeiro, Maria da Graça Carvalho e José Nuno Canongia Lopes, além do presidente do Técnico, Arlindo Oliveira.